logo
Agência carioca especializada em turismo cultural para melhor idade. Promovemos diversão, conhecimento e integração em nossos passeios. Nossas viagens são mais do que um simples caminhar. Cuidamos de tudo para que, do começo ao fim, você só se preocupe em desfrutar desses momentos.
Ultimas Postagens
(21) 98208-8506
contato@alextourviagens.com.br

NOS SIGA NAS REDES:

(21) 98208-8506
Topo
 

O Timpanas

Lisboa - Portugal
5 abr

O Timpanas

Desde 1961, ambiente castiço e caloroso, ideal para jantar e escutar fado numa atmosfera típica, onde se dá a provar os melhores sabores da nossa terra, mas também, nos roteiros diurnos de grupos por Lisboa, constitui local ideal para almoçar e retemperar forças.

Além da sala principal, que acomoda ate 130 pessoas, oferece ainda uma área privada, a Sala da Forja, apropriada para grupos fechados (até 40 pessoas) e eventos diversos.

Ao chegar e transpor o portão de ferro forjado fica a dois passos da mesa posta num restaurante muito original, daqueles, à antiga Portuguesa!!

Por estar localizado num dos bairros mais característicos de Lisboa, Alcântara, próximo da zona ribeirinha, aqui chegam as aragens do Tejo. A sombra fresca da videira, o antigo bebedouro dos cavalos de atrelagem, as paredes caiadas de branco, dois braços à sua espera, a promessa de uma noite bem passada.

Sala de Espetáculo do show de Fado.

O espaço ostenta uma singeleza própria do gosto popular, a irregularidade das paredes, os objetos decorativos, os recantos e o desnível no piso da sala principal conferem-lhe uma curiosidade de linhas que faz o olhar mudar constantemente de direção.

A janela, ao centro, aberta ao exterior, cria uma ligação nostálgica com as luzes noturnas.

Ao vivo, fado castiço interpretado com garra bairrista, cantares regionais e danças folclóricas, graciosas estonteantes, contagiantes, e o que mais se espera, comer e beber do bom e do melhor.

Português que se preze, foi uma vez na vida aos fados no Timapanas.

FADO

Os temas mais versejados no Fado, são o Amor e a Saudade, em que um mesmo tema se multiplica por versões diferentes assentes na mesma base melódica e/ou letra, estilados conforme o interprete.

O Fado, nomeadamente o fado mais vernáculo, vogou sobretudo a partir dos bairros de Lisboa. Influenciado por reminiscências de cantorias em bailaricos, romarias, retiros, tabernas e convívios entre os moradores, os tocadores e cantores foram apurando os traços diferenciados e arreigados do fado, que espelham as vivências de cada bairro.

Tradicionalmente, os fadistas envergam vestes em negro, mas também cores vistosas e lantejoulas, os xales que acentuam o dramatismo da interpretação, o fato afiambrado, as poses emproadas e os gestos miúdos, mas expressivos.

Na primeira fase de existência do Timpanas, à luz das candeias de azeite, escutaram-se respeitosamente, além da Familia Duarte, as gerações Marceneiro, com o Tio Alfredo à cabeça, outras vozes e guitarras notáveis: Dona Maria Teresa de Noronha, acompanhada pelo Dr. Menano, Francisco Maia Stoffel, Teresa Tarouca, Maria do Rosário Bettencourt, Mariana Silva, Julio Proença, José Pracaba e João Ferreira Rosa, entre outros.

O Timpanas inscreve-se num dos bairros mais carismáticos, onde chegou registra-se o maior número de espaços onde se cantava fada, mercê da profusão de gentes que o fizeram expandir a partir dos finais do séc. XIX e no alvor do séc. XX, sobre tudo ligadas às atividades piscatórias e fabris.

FORJA

Pé dentro, uma vez no sombral que a cobertura de videira proporciona, apetece permanecer aqui um pouco, especialmente quando o calor aperta.

À direita deparamo-nos com uma porta negra, maciça, ornada com ferragens em dourado; é esta a entrada da Forja.

Mais do que um prolongamento do restaurante (em frente), trata-se de um espaço que se faz com a gente que ali trabalha e com a gente que nos visita.

Onde ser forja e onde se convive, com ou sem a animação da Sala Principal. Na decoração, as traves negras contrastam com a alvura das paredes onde se veem adereços vários, sobretudo utensílios de trabalho recolhidos nas tradicionais oficinas de ferreiro, e assim ficou esta sala confirmada como Forja.

Outro pormenor que ali confirma a origem do nome atribuído esta casa de fado bem portuguesa, Timpanas, está na partitura emoldurara com o hino cantado e assobiado pelo rei das traquitanas, o boleiro-taxista dos tempos antigos.

Também aqui o piso está em parte desnivelado por um estrado de madeira, e noutra exibe a beleza da calçada portuguesa.

Não parecendo à primeira vista, quando o observamos com os habituais mesas de refeição distribuídas, este é um espaço pensado para ser utilizado por gente que arregaça as mangas para trabalhar, que o transforma, que forja matérias para proporcionar eventos variados, alguns deles em privado.

Viaje Conosco

Aéreo

Festas Portuguesas 2020 R$4138 R$3400

Conhecer as festas de Lisboa e Porto, mas também das várias cidades que estarão em nosso roteiro.
15 dias

Comments

comments

Deixe uma resposta:

You don't have permission to register
%d blogueiros gostam disto: