logo
Agência carioca especializada em turismo cultural para melhor idade. Promovemos diversão, conhecimento e integração em nossos passeios. Nossas viagens são mais do que um simples caminhar. Cuidamos de tudo para que, do começo ao fim, você só se preocupe em desfrutar desses momentos.
Ultimas Postagens
(21) 98208-8506
contato@alextourviagens.com.br

NOS SIGA NAS REDES:

(21) 98208-8506
Topo
 

Praça do Comércio

Lisboa - PT
28 mar

Praça do Comércio

Localizada na Baixa de Lisboa, próximo ao Rio Tejo. O antigo Terreiro do Paço, hoje conhecido como Praça do Comercio, só irá tomar a forma que conhecemos hoje no período do Marque de Pombal.

O antigo Terreiro do Paço começa a ter importância histórica para a cidade de Lisboa a partir da chegada do Rei D. Manuel I, que transfere todo aparato administrativo do Castelo de São Jorge, na Alfama, para o Paço da Ribeira, junto com essa transferência vem a biblioteca com 70 mil volumes, volumes e centenas de obras de arte, incluindo pinturas de Ticiano, Rubens e Corregio, além de cartas de documentos relativos ao descobrimento do Brasil.

Em 1755, mais precisamente em 01 de novembro, a cidade de Lisboa, sofre com um terremoto que centro o epicentro entre 150 a 500 quilômetros a sudoeste de Lisboa. Esse sismo, seguido de um tsunami, irá destruir toda a Baixa de Lisboa, atingindo em cheio o Terreiro do Paço e todo casario em seu entorno. Além de destruir praticamente todo o centro da cidade.

A partir desse momento, com forte pressão do Marque de Pombal, toda Baixa de Lisboa, passa por uma grande reformulação urbanística e arquitetônica. O momento conhecido historicamente como Período Pombalino, vai reformular a praça. Criando um local amplo, delimitando o espaço, com edifícios em arcadas e galerias cobertas. Criando um Arco Triunfal realizando a passagem da Praça para a Rua Augusta, e colocando ao centro da Praça a Estatua Equestre de D. José I, erigida em 1775, por Joaquim Machado de Castro. Dom José I era pai D. Maria I, conhecida como a Rainha Louca.

A so foi concluída em 1806, dois anos antes da Família Real Portuguesa, migrar da Metrópole para a Colônia e deixar a sede do reinado, nas mãos das tropas napoleônicas.

Na grande reforma após o terremoto, criou-se a beira do Tejo, uma escadaria com quatro colunas em mármore, para receber todos os chefes de estados que ali chegavam para visitar Portugal. Visitantes importantes ali aportavam, como a Rainha Elizabeth II da Inglaterra, o Xá da Persia Reza Pahlavi, entre outros.

Hoje a praça e o ponto de partida de qualquer turista que visita Lisboa. Dali se toma o bonde, para o Castelo de São Jorge e o Bairro da Alfama, ou o caminho de Bonde para Belém e os Jeronimos. Subindo a Rua Augusta você chega ao Rossio. E no caminho que tal se deliciar com um Pastel de Bacalhau ou um Berlim na Casa Brasileira.

Viaje Conosco

Aéreo

Festas Portuguesas 2020 R$4138 R$3400

Conhecer as festas de Lisboa e Porto, mas também das várias cidades que estarão em nosso roteiro.
15 dias

Comments

comments

Deixe uma resposta:

You don't have permission to register
%d blogueiros gostam disto: